01/02/12

COISAS QUE VOCÊ NÃO SABIA SOBRE O BRASIL


São Luis é a única capital brasileira fundada por franceses.

Natal, capital do Rio Grande do Norte, foi batizada com esse nome por ter sido fundada em 25 de dezembro.

A cidade de Manaus, capital do estado do Amazonas, recebeu esse nome em homenagem à nação indígena dos Manaós.

Teresina (PI) é a única capital do Nordeste situada no interior.

São Paulo é a sexta cidade mais populosa e quarta maior aglomeração urbana do planeta.

Quem nasce em Salvador é soteropolitano. Sotero significa Salvador em grego.

O Rio de Janeiro é o principal destino turístico do Hemisfério Sul!!!!

A Pedra da Gávea na cidade do Rio de Janeiro é o maior bloco de pedra à beira-mar do mundo.

O morro do Pão-de-Açúcar foi formado há mais de 600 milhões de anos.

O Cristo Redentor foi eleito uma das modernas Sete Maravilhas do Mundo em eleição popular realizada em 2007.

A cidade de Poços de Caldas, em Minas Gerais, foi erguida sobre a cratera de um vulcão extinto que desmoronou.

Eram faladas mais de 1.000 línguas no Brasil da época do descobrimento. Destas, apenas 180 são faladas atualmente.

Dom Pedro I enfrentou uma baita crise de diarréia no dia em que proclamou a Independência do Brasil.

Dom Pedro II foi aclamado Imperador aos 14 anos de idade.

Os primeiros negros escravos foram trazidos para o Brasil no ano de 1538. Até a Lei Áurea, entraram no país algo em torno de 15 milhões de escravos.

Não houve nenhum derramamento de sangue durante a Proclamação da República, em 15 de novembro de 1889.

Os vereadores da cidade mineira de Juiz de Fora, no Brasil, tentaram aprovar uma lei que obrigava cavalos e burros a usarem fraldões. Lei que, felizmente, não foi aprovada.

O primeiro desfile de carnaval no Brasil ocorreu por volta de 1855.

A única Seleção que participou de todas as Copas do Mundo foi a brasileira.

O primeiro gol brasileiro da história das Copas do Mundo foi feito pelo jogador Preguinho na Copa de 1930 e foi contra a Iugoslávia.

A primeira vitória brasileira em Mundiais foi na Copa de 1930 contra a Bolívia. O Brasil ganhou de 4 x 0.

O primeiro título brasileiro só veio em 1958 durante a Copa da Suécia. Foi, aliás, nessa Copa que o mundo conheceu o jovem jogador Edson Arantes do Nascimento, o Pelé.

Qual o sobrenome mais comum no Brasil? Como todos sabem, é o Silva. O segundo sobrenome mais comum é Cavalcanti - sobrenome de origem italiana e de significado desconhecido. O primeiro Cavalcanti a aportar no Brasil foi um tal de Dom Felipe Cavalcanti, natural de Florença, no século XVI.

Afinal, por que há tantos Silvas no Brasil? Porque, além de ser muito comum em Portugal, também foi dado a milhares de escravos trazidos para o país durante o período colonial.

O português é o sexto idioma mais falado no mundo. A maioria dos falantes estão no Brasil.

Existem mais de 5.000 pizzarias na cidade de São Paulo.

As pizzarias de São Paulo produzem mais de 1 milhão de pizzas por dia, o que equivale a mais ou menos 720 por minuto.

O tipo de feijão mais popular no Brasil (e que mais acompanha o arroz nas refeições) é o carioquinha. O curioso é que ele está longe de ser o mais popular do Rio de Janeiro. Os cariocas gostam mesmo é de feijão preto.

Um dos pratos mais consumidos no estado do Mato Grosso do Sul é o sobá – um prato de origem japonesa.

Das 20 frutas mais consumidas no Brasil, apenas 3 são originárias do país. São elas: o abacaxi, a goiaba e o maracujá.

Na cidade de Pirenópolis, estado de Goiás, é comum as pessoas fazerem luminárias de casca de maracujá para as procissões da Semana Santa.

Você sabia que existem um município no Rio de Janeiro chamado Cambuci – mesmo nome de uma fruta? E que Cambuci também é um bairro da cidade de São Paulo?

Sabia que existe no estado de Tocantins uma cidade chamada Pequizeiro? O nome é uma homenagem ao pequi.

O refrigerante de guaraná da marca Antarctica existe desde 1921. Aliás, a matéria-prima do guaraná Antarctica – quer dizer, a própria fruta guaraná – sempre foi produzida na região de Maués, no estado do Amazonas.

A Mata Atlântica percorria quase todo o litoral brasileiro, do Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul. Infelizmente, restam apenas 7% dos 1,3 milhão de quilômetros quadrados da floresta original.

A árvore mais velha do Brasil é um jequitibá-rosa com 3020 anos que se encontra no Parque Estadual de Vassununga, em Santa Rita do Passa Quatro em SP.

Antes de ser batizado de Rio Amazonas, o maior rio brasileiro era chamado pelos indígenas de Rio Icamiabas. O detalhe é que Icamiabas designava as mulheres que viviam sem homens, como as míticas amazonas.

É possível encontrar tubarões e outros peixes do mar no Rio Amazonas. Tubarões já foram vistos 400 Km rio acima.

Ao contrário do que se propaga por aí, o Rio Amazonas é o mais extenso do mundo, não o Nilo. O Amazonas supera o Nilo em 140 Km.

O maior arquipélago fluvial do mundo é de Mamirauá, no leito do Rio Negro. Acredite se quiser, mas Mamirauá é formado por mais de 700 ilhas.

A Ilha de Marajó, no Pará, é maior do que a Suíça.

Ainda existem tribos indígenas isoladas na região amazônica. Algumas nunca tiveram contato com o homem branco.

O segundo maio de transporte mais utilizado na região Norte é o barco.

O nativo da cidade de Florianópolis, capital de Santa Catarina, é chamado carinhosamente de manezinho.

Florianópolis já foi chamada de Ilha de Santa Catarina e de Desterro – ou Nossa Senhora do Desterro.

O Brasil é o quarto maior produtor mundial de cacau. Mais de 90% do cacau brasileiro é cultivado no estado da Bahia.

A primeira escola de medicina do Brasil foi fundada em Salvador.

Minas Gerais é o estado brasileiro com o maior número de municípios do Brasil: 853.

O estado do Acre foi comprado da Bolívia.

A primeira sinagoga das Américas foi construída na cidade de Recife.

A cidade paulista de Americana foi colonizada por imigrantes dos Estados Unidos.

O maior teatro ao livre do mundo está no município pernambucano de Brejo da Madre Deus.

Altamira, no estado do Pará, é o maior munícipio do mundo. Se fosse um país, ele seria o 100º maior em território.

Nenhum comentário: